Domingo, 22 de Abril de 2007
(25) O ADEUS

Fui cativado, como a raposa, e à lembrança me tem vindo a florinha amarela.

Hoje mesmo fui ao sitio, mais o aperto que a ideia fatalista e o preságio me emprestavam.

A confirmaçâo logo tive. O seu sitio abandonado.

Alguém a colheu, ou pisou, e, nesta última hipótese, o vento que a trouxe a levou.   

Tenho menos! Mas algo dela me ficou e, nos picos do silèncio, chamo-a ao meu coração e não ficarei tão só.



publicado por preconceitos às 15:56
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Yuki a 2 de Maio de 2007 às 22:24
Que bom voltar a lê-lo... assim!


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

MUDANÇA

(26) a DEUS

(25) O ADEUS

(24) A FLOR E O SOL

SEM REGRESSO

(22) OCASO

(21) ILUSÕES

(20) ORAÇÕES

(19) O CHILREIO

(18) PARA SEMPRE

(17) CUIDADO, NÃO APONTE.

(16) A CRISE

(15) (CON) VENCIDO PELO C...

(14) O MISTÉRIO

(13) O DESABAFO

(12) NO REINO DA MENTE

(11) A CULPA

(10) OS CUSCAS

(9) MEMÓRIA

(8) BLÁ-BLÁ

(7) AS SANDÁLIAS

(6) A MAÇÃ

(5) O LOBO MAU

(4) FAZER AMOR

(3) CONTRADIÇÕES

(2) O BRINCO

(1) CONFISSÃO

arquivos

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds