Domingo, 15 de Abril de 2007
(24) A FLOR E O SOL
—Obrigada ! 
Olhei à volta. Ninguém.
Óptimo, pensei. Agora já não falo sozinho, ouço vozes. 
E logo anotei a vantagem de abandonar o monólogo.
O obrigada repetiu-se, e, dessa vez, guiado pelo som, descortinei uma florinha amarela, repousando em berço verde nas fissuras da calçada.
 Obrigada porquê ?
 Não me pisaste. Sabes, sou filha bastarda duma lufada de vento.
As minhas irmãs tem sido pisadas ou colhidas e assim fiquei só.
 Não gosto de colher nem de pisar flores.
 Como tu há poucos, por isso vivo nesse medo. Os homens são muito estranhos, mostram-se atarefados, atropelam tudo e seguem sem mostrar compaixão, correndo dum lado para outro. 
      Será que sabem o caminho ?
 Suponho que não.
 Certa vez passou por aqui um sábio que me disse que os homens são contraditórios:
Perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde
Pensam ansiosamente no futuro, esquecendo o presente e acabam por não aproveitar nem o presente nem o futuro
Vivem como se nunca morressem e morrem como se nunca tivessem vivido
É tão estranho !
 Podes crer. Acham também que praticando os rituais aliviam a sua consciência. Olha por exemplo no que toca a flores. Sem compaixão, colhem as mais belas, atam-nas em molho e depois, quer para celebrar a dor quer a alegria, oferecem beleza morta, .
 Por isso vivo em pânico, ainda bem que não sou assim tão bela.
 Pelo contrário, além de seres uma bela flor, consegues também ser uma flor bela, lá onde não se vê, e, toma nota, isso entre os humanos não é fácil. Muitos não passam de encadernação de luxo em obra vã.
Pairou o silêncio e, passada uma eternidade, ela voltou a falar:
    Tu hoje foste a minha luz, o meu sol, quem me dera poder voar.
    Também gostaria de voar. É a liberdade !
    Não só. Quando o sol não viesse a mim, eu poderia ir até ele.
Chamei de novo o silêncio e afastei-me para que ela não visse o orvalho nos olhos do seu sol.
 


publicado por preconceitos às 20:13
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Keops a 17 de Abril de 2007 às 09:03
Homem, transmite-nos essa sabedoria de uma forma plena para que nos tornemos atentos e sábios...e sensíveis...e corajosos!
Entendo-te e talvez me falte somente a força do testemunho. Também já preenchi a ficha de acesso ao clube dos "velhos sábios". Aguardo deferimento!
Um abraço.


De preconceitos a 18 de Abril de 2007 às 17:21
Ao clube, pese embora a idade, também não pertenço.
A conversa arrazando a humanidade foi, suponho, com o Dalai Lama.
Para mim resta o sentimento.
Grato pelo abraço que retribuo


De cadencia a 22 de Abril de 2007 às 10:44
Lindo !


De empatia a 18 de Maio de 2007 às 02:06
Não sabe que às vezes é preciso morrer para ressuscitar?
Nunca ouviu falar de como é importante podar a vinha, as árvores e mesmo as flores?
Penso que está cheio de PRE conceitos que não o deixam ver mais além! Se consegue viver feliz assim, tudo bem. Só para sua informação pediram-me outro dia para colher lindíssimas rosas:
1.- Para dar força aos arbustos e para que se desenvolvessem as que lá ficavam.
2.- Porque me diziam que as rosas colhidas e na jarra
duravam muito mais do que no jardim!

A riqueza deste mundo é não termos todos a mesma opinião.



De preconceitos a 18 de Maio de 2007 às 10:53
Escrevi o texto na convicção de que não falava de flores, antes de ternura... ou da falta dela.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

MUDANÇA

(26) a DEUS

(25) O ADEUS

(24) A FLOR E O SOL

SEM REGRESSO

(22) OCASO

(21) ILUSÕES

(20) ORAÇÕES

(19) O CHILREIO

(18) PARA SEMPRE

(17) CUIDADO, NÃO APONTE.

(16) A CRISE

(15) (CON) VENCIDO PELO C...

(14) O MISTÉRIO

(13) O DESABAFO

(12) NO REINO DA MENTE

(11) A CULPA

(10) OS CUSCAS

(9) MEMÓRIA

(8) BLÁ-BLÁ

(7) AS SANDÁLIAS

(6) A MAÇÃ

(5) O LOBO MAU

(4) FAZER AMOR

(3) CONTRADIÇÕES

(2) O BRINCO

(1) CONFISSÃO

arquivos

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds