Quinta-feira, 2 de Novembro de 2006
(18) PARA SEMPRE

Os outros para mim
Passam ao largo
Roçam-me   ou
Atravessam-me.
Neste último caso,
cativam-me à eternidade.
 
 


publicado por preconceitos às 15:59
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De yuki a 4 de Novembro de 2006 às 00:02
O eterno é demasiado eterno e castrador... fiquemo-nos antes pelo tempo que durarmos, como pessoas, como almas, como fluidos, como seja lá o que for.

Ficar preso à eternidade é perigoso.



De solcar a 4 de Novembro de 2006 às 10:25
Queiras ou não, vais durar à eternidade, "como seja lá o que for".
O teu Afonso é garante da tua imortalidade.



De yuki a 5 de Novembro de 2006 às 21:21
A meu ver, confundem-se os conceitos do tempo sem fim: eternidade e imortalidade.

Eternamente "seja lá como for", nem sempre se é imortal.

Os laços que nos unem aqui, podem ou não perdurar... são alheios à nossa vontade.


De preconceitos a 7 de Novembro de 2006 às 11:15
Em minha opinião não são os laços que nos tornam imortais. Esses adoçarão a nossa estadia aqui no planeta terra.
Os genes sim, imortalizam-te, embora, sim também, se continue a depender das vontades.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

MUDANÇA

(26) a DEUS

(25) O ADEUS

(24) A FLOR E O SOL

SEM REGRESSO

(22) OCASO

(21) ILUSÕES

(20) ORAÇÕES

(19) O CHILREIO

(18) PARA SEMPRE

(17) CUIDADO, NÃO APONTE.

(16) A CRISE

(15) (CON) VENCIDO PELO C...

(14) O MISTÉRIO

(13) O DESABAFO

(12) NO REINO DA MENTE

(11) A CULPA

(10) OS CUSCAS

(9) MEMÓRIA

(8) BLÁ-BLÁ

(7) AS SANDÁLIAS

(6) A MAÇÃ

(5) O LOBO MAU

(4) FAZER AMOR

(3) CONTRADIÇÕES

(2) O BRINCO

(1) CONFISSÃO

arquivos

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds