Quinta-feira, 2 de Novembro de 2006
(17) CUIDADO, NÃO APONTE.

Um favor eu quero pedir aos poucos que me visitam:
Não entendam dos meus textos ou das suas entrelinhas,
fácil critica de poleiro ou afirmação gratuita
O relato do que sinto ou me é dado observar,
destinatário não tem,
sendo tão e tão somente o desejo de mudar.
Não esqueço que esse gesto, do indicador esticado,
deixa ali aqueles três dedos que para mim estão a apontar.
 


publicado por preconceitos às 15:29
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Di a 2 de Novembro de 2006 às 22:41
Tão somente o desejo de mudar...
Todos estamos permanentemente a mudar, ainda que lentamente....se queres prova disso, não te abstenhas de re-escrever os textos....


De preconceitos a 3 de Novembro de 2006 às 15:27
Não tenho duvida.
Quando os ponho ao papel, apresso-me a digitar, a ver se ainda sai do mesmo. Se demoro, já é outro.
És uma miuda sábia.


De Di a 3 de Novembro de 2006 às 15:52
Obrigada


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

MUDANÇA

(26) a DEUS

(25) O ADEUS

(24) A FLOR E O SOL

SEM REGRESSO

(22) OCASO

(21) ILUSÕES

(20) ORAÇÕES

(19) O CHILREIO

(18) PARA SEMPRE

(17) CUIDADO, NÃO APONTE.

(16) A CRISE

(15) (CON) VENCIDO PELO C...

(14) O MISTÉRIO

(13) O DESABAFO

(12) NO REINO DA MENTE

(11) A CULPA

(10) OS CUSCAS

(9) MEMÓRIA

(8) BLÁ-BLÁ

(7) AS SANDÁLIAS

(6) A MAÇÃ

(5) O LOBO MAU

(4) FAZER AMOR

(3) CONTRADIÇÕES

(2) O BRINCO

(1) CONFISSÃO

arquivos

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds