Domingo, 4 de Fevereiro de 2007
(22) OCASO

Alguém me perguntou quantos anos tinha.

Após alguma reflexão e lembrando Galileu, respondi não saber, talvez poucos.

Li o espanto no rosto do meu interlocutor e esclareci:

Sim, os que terei serão os que me restam, sendo úteis se deles fizer bom uso e a soberana natureza o permitir.

Os outros já os perdi, são virtuais, mero registo de memória.

 



publicado por preconceitos às 12:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

MUDANÇA

(26) a DEUS

(25) O ADEUS

(24) A FLOR E O SOL

SEM REGRESSO

(22) OCASO

(21) ILUSÕES

(20) ORAÇÕES

(19) O CHILREIO

(18) PARA SEMPRE

(17) CUIDADO, NÃO APONTE.

(16) A CRISE

(15) (CON) VENCIDO PELO C...

(14) O MISTÉRIO

(13) O DESABAFO

(12) NO REINO DA MENTE

(11) A CULPA

(10) OS CUSCAS

(9) MEMÓRIA

(8) BLÁ-BLÁ

(7) AS SANDÁLIAS

(6) A MAÇÃ

(5) O LOBO MAU

(4) FAZER AMOR

(3) CONTRADIÇÕES

(2) O BRINCO

(1) CONFISSÃO

arquivos

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds